Política

Pimenta rebate reportagem preconceituosa do Estadão contra Lula e Janja

Em seu perfil na rede social X, o ministro da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Paulo Pimenta, criticou uma matéria do jornal Estado de São Paulo sobre os custos dos gastos com a reforma dos palácios presidenciais. A reportagem destacava a compra de um tapete de R$ 114 mil, um sofá de R$ 65 mil e um piso de R$ 156 mil pelo governo federal.

O ministro, em resposta, explicou que os custos se dão devido ao atual estado precário da estrutura dos prédios governamentais, prejudicada pela falta de cuidados e manutenções adequadas, fruto de descaso das gestões anteriores. Pimenta enfatizou que atualmente há necessidade de reparos e atualizações do mobiliário e decoração.

A chamada para a reportagem feita pelo Estadão, segundo Pimenta, “induz os leitores a imaginar que se trata de uma compra para uso pessoal. É uma clara intenção de reforçar um estereótipo preconceituoso e elitista”. Para ele, a escolha no texto omite que as aquisições são incorporadas ao “patrimônio público dentro de padrões estéticos e de qualidade em conformidade com as exigências para uso nos espaços presidenciais”. (com 247)

Tags

Cinara Marques

Página do Portal Tribuna Nordeste que visa mostrar notícias diárias da região com foco nos estados de PE, BA e PB, Vale do São Francisco, Petrolina/PE, Juazeiro/BA e o que for importante como informação para o Brasil e o mundo. Acesse tribunanordeste.com.br e fique sempre bem informado. Mande sua sugestão no 81 9 9251-9937 ou [email protected] .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LUMOS
%d blogueiros gostam disto: