Política

Sudene e Ministério do Meio Ambiente discutem parceria para o combate à desertificação

O objetivo é fortalecer os planos estaduais e a captação de recursos para ações na área

Recife (PE) – Como integrantes da Comissão Nacional de Combate à Desertificação (CNCD), a Sudene e o Ministério do Meio Ambiente deram início às tratativas para a construção de parceria com governos estaduais, tribunais de contas estaduais e universidades para a realização de ações de combate à desertificação. Em reunião realizada hoje (28), representantes das duas instituições estabeleceram um plano e um cronograma para o trabalho.

“Nosso objetivo é fortalecer os planos estaduais de combate à desertificação e ajudar na captação de recursos para a realização de ações na área”, afirmou o superintendente Danilo Cabral, presente no encontro. Na próxima semana, haverá uma nova reunião de trabalho e a expectativa é de que, até o início de abril, sejam firmadas as parcerias, inclusive com aportes de recursos.

“Nós temos senso de urgência para esta pauta e precisamos integrar todos os atores do território semiárido para promovermos ações concretas que preservem o meio ambiente e combatam à desertificação”, acrescentou.

De acordo com o diretor de combate à desertificação do Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Alexandre Pires, a política de combate à desertificação e convivência com o semiárido já existe, mas a ela falta efetividade. Essa foi, inclusive, a constatação feita pela Auditoria Operacional Regional Coordenada em Políticas Públicas de Combate à Desertificação do Semiárido, realizada pelos tribunais de contas de cinco estados – Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe e Ceará.

“Essa é uma agenda que deve ser prioritária para os estados nos quais o semiárido está presente. Nós queremos, conjuntamente, ajudar esses estados a fazer a política se movimentar”, disse.

O Governo Federal retomou a CNDC com uma nova constituição e a meta de estabelecer estratégias e promover articulação entre as ações das políticas públicas. A medida – prevista pela lei 13.153/2015 – foi regulamentada por decreto presidencial Nº 11.932, publicado nesta quarta-feira (28), no Diário Oficial da União.

Desde que foi criado em 2008, o grupo de caráter consultivo e deliberativo tem como principal objetivo a implementação da Política Nacional de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca, em atendimento ao compromisso assumido pelo país por meio da Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação.

Tags

Cinara Marques

Página do Portal Tribuna Nordeste que visa mostrar notícias diárias da região com foco nos estados de PE, BA e PB, Vale do São Francisco, Petrolina/PE, Juazeiro/BA e o que for importante como informação para o Brasil e o mundo. Acesse tribunanordeste.com.br e fique sempre bem informado. Mande sua sugestão no 81 9 9251-9937 ou [email protected] .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LUMOS
%d blogueiros gostam disto: