Política

TJPE proíbe greve, mas Sinpol mantém paralisação prevista para iniciar 0h

Os Policiais Civis decidiram ir contra a decisão do Tribunal de Justiça de Pernambuco e vão manter a greve programada para começar à meia-noite desta sexta-feira (9), às vésperas do Carnaval. O Sindicato dos Policiais de Pernambuco vai recorrer da decisão do TJPE, que havia proibido o início da paralisação e determinou multa diária de R$ 300 mil aos representantes da categoria, em caso de descumprimento.

Na decisão proferida ontem, o TJPE destacou ainda que ficava “vedada qualquer forma de mobilização que acarrete paralisação, suspensão ou prejuízo de suas atividades essenciais”.

Em nota, o Sinpol-PE diz que os servidores policiais civis estão fazendo “um movimento de defesa de seus direitos” e pontua ainda que protocolou o pedido de mediação no TJPE “demonstrando compromisso absoluto em buscar soluções por meio do diálogo e da negociação”.

O sindicato afirma ainda que, “de acordo com o STF [Superior Tribunal Federal], no tema 541, ‘é obrigatória a participação do tribunal de justiça em mediação instaurada pelos órgãos classistas das carreiras de segurança pública, nos termos do art. 165 do CPC, para vocalização dos interesses da categoria'”.

TJPE

O Tribunal de Justiça de Pernambuco disse, por meio de nota, que não comenta declarações de órgãos, entidades e instituições quando se referem a uma decisão proferida, cabendo ao relator se manifestar no processo. COM FOLHAPE

Tags

Cinara Marques

Página do Portal Tribuna Nordeste que visa mostrar notícias diárias da região com foco nos estados de PE, BA e PB, Vale do São Francisco, Petrolina/PE, Juazeiro/BA e o que for importante como informação para o Brasil e o mundo. Acesse tribunanordeste.com.br e fique sempre bem informado. Mande sua sugestão no 81 9 9251-9937 ou [email protected] .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LUMOS
%d blogueiros gostam disto: