Bastidor (Cinara Marques)PernambucoPolítica

Alerta: Morte de uma criança de 2 anos em Paulista acende alerta para o afogamento de crianças

No Brasil o afogamento é a primeira causa de morte de crianças entre 1 e 4 anos.

O calor característico do verão torna ambientes aquáticos irresistíveis para pessoas de todas as idades. No entanto, a euforia das atividades recreativas pode facilmente se transformar em tragédia se não forem adotadas precauções apropriadas.

No último dia 31 de dezembro uma criança de apenas 2 anos foi encontrada morta dentro de uma caixa d’água em sua residência na cidade de Paulista.

A criança chegou a ser levada pela mãe a uma Unidade de Pronto-Atendimento, (UPA), mas não resistiu. Dados do Boletim Epidemiológico de Afogamentos no Brasil, divulgados pela SOBRASA indicam que por dia 15 brasileiros morrem afogados no Brasil dentro desse cenário o afogamento é a primeira causa de morte de crianças entre 1 e 4 anos no Brasil, e 50% desses afogamentos ocorrem dentro de casa.

O aumento da temperatura não apenas atrai mais pessoas para atividades aquáticas, mas também pode levar a um relaxamento nas medidas de segurança. É essencial lembrar que a água, apesar de ser uma fonte de diversão, pode ser traiçoeira, especialmente para aqueles que subestimam seus riscos.

Nossa casa por exemplo é o primeiro local de atenção, sobretudo para quem tem crianças. Piscinas, baldes, bacias, banheiras, reservatórios e até mesmo tanques de lavar roupas podem ser locais propícios para o afogamento de crianças.

“Bastam alguns centímetros de água em baldes, bacias ou piscinas para que crianças se afoguem. Por isso a primeira medida de segurança dentro ou fora de casa é a vigilância constante das crianças. Nunca permitir que elas tenham acesso a água sem supervisão de um adulto e com a distância máxima de um braço até elas”, lembra o Secretário Geral da SOBRASA, David Szpilman, que lista também mais algumas dicas de prevenção abaixo:

• Áreas de Serviço, banheiros, quintais com piscinas, tanques ou mesmo poças devem ter acesso restrito.
• Sanitários, poços, caixas d’água, cisternas, máquinas de lavar, ou qualquer recipiente com água devem ser fechados.
• Água em tanque, bacias, baldes ou piscinas infantis devem permanecer esvaziados.
• Já para garantir a segurança em piscinas é necessário desligar a bomba, usar ralos anti-sucção, usar coletes ao invés de bóias, não deixar brinquedos na piscina, não saltar de cabeça e não brincar de prender a respiração.

SOBRASA – Criada em 1995, a SOBRASA é uma organização não governamental sem fins lucrativos, que funciona como um conselho profissional e atua unindo o Brasil na redução dos afogamentos. Com seus 4.000 voluntários em todo país, em sua diretoria possui os maiores especialistas no Brasil e é a representante da Federação Mundial de Salvamento Aquático (ILS) desde sua fundação. A entidade produz e compartilha gratuitamente a maior quantidade de materiais científicos e lúdicos em educação no mundo, servindo assim de espelho a diversos países que utilizam seus protocolos e ferramentas na prevenção de afogamentos, no salvamento, em primeiros socorros e nos serviços de emergências e hospitais.

Ao longo da história a entidade elaborou 15 programas de prevenção que envolvem todas as faixas etárias, cenários e atividades aquáticas. Ao longo desses 28 anos, ajudamos a reduzir em 50% as mortes por afogamento no Brasil. Embora a SOBRASA tenha todo o entendimento do problema, onde ocorre, com quem, quando acontece, como evitar e como tratar, somos um país continental a divulgação através dos meios de comunicação é fundamental para que todas essas importantes questões (conhecer os riscos, respeitar seus limites, e saber agir) cheguem a todos os cantos e possam surtir real efeito. COM ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

Tags

Cinara Marques

Página do Portal Tribuna Nordeste que visa mostrar notícias diárias da região com foco nos estados de PE, BA e PB, Vale do São Francisco, Petrolina/PE, Juazeiro/BA e o que for importante como informação para o Brasil e o mundo. Acesse tribunanordeste.com.br e fique sempre bem informado. Mande sua sugestão no 81 9 9251-9937 ou [email protected] .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LUMOS
%d blogueiros gostam disto: