Agricultura FamiliarAgronegócioPolíticaTRIBUNNA Rural

Aniversário com R$ 10 milhões de investimentos no IPA

Em 2022, o Programa Campo Novo já investiu R$ R$ 7.616.888,95 para distribuição de sementes. Mais R$ 2.321.259,11 são destinados para infraestrutura dos escritórios

O Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), completa 87 anos de existência neste mês de setembro, consolidado como referência nacional na execução de ações e projetos, que visam ao fortalecimento e incremento da Agricultura Familiar e a interiorização do desenvolvimento em Pernambuco.

O presidente do IPA, Bartolomeu Monteiro, comanda a solenidade comemorativa a ser realizada na terça-feira (13/09), às 9h 30, na sede do Instituto, no Bongi. A solenidade será transmitida, simultaneamente, pelo You Tube (youtube/ipapernambuco).

Presente em 184 municípios, o IPA investe pesado no fortalecimento da agricultura familiar. “A comprovação está nos resultados das ações nas áreas de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), Pesquisa e Infraestrutura Hídrica, fundamentais para o desenvolvimento rural, por meio da geração de renda e da elevação da qualidade de vida do agricultor familiar”, destaca Bartolomeu.

Na área de Extensão Rural, o IPA está sempre próximo ao agricultor familiar. Coordena e mantém, no Estado, com elogiada atuação, ações do Programa de Alimenta Brasil (PAB), Projeto Dom Helder Câmara (PDHC) – este uma referência para outros estados da federação; Projeto Mãe Coruja, cursos do Programa Horta em Todo Canto, entre outros, além de beneficiar diretamente agricultores com dias de campo, cursos de capacitação, intercâmbio entre instituições, sempre buscando acrescer, cada vez mais, o agricultor familiar do Estado.

Entre as ações de destaque, realizada com recursos do em 2022, está o investimento de R$ $ 2.321.259,11 na infraestrutura dos escritórios locais e equipamentos de trabalho, que inclui a aquisição de 20 veículos novos. “É uma forma de agilizar e melhor o atendimento do agricultor, promovendo a segurança e elevando o desempenho e a qualidade do trabalho do técnico no campo”, ressalta o diretor de Extensão Rural, Bruno Santos.

Outra ação de destaque é a implantação de 58 unidades de referência do PDHC (URS).Também foram adquiridos um GPS Geodésico E 14 pluviômetros em inox, recomendação APAC, usados nas estações meteorológicas para recolher e medir a quantidade de líquidos ou sólidos precipitados durante um determinado tempo e local. Também foram adquiridos ar-condicionado de janela, split, ventiladores, retroprojetores, computadores de mesa, impressoras (bulk ink), notebooks, webcams, fones de ouvido e cadeiras giratórias de escritórioTambém foram realizadas reforma e pequenos reparos em escritórios.

 

Na área da Pesquisa, o IPA vem desenvolvendo trabalhos nas áreas de bovinos, caprinos e ovinos, culturas alimentares e de recursos e serviços ambientais e biotecnológicos.  Atualmente, estão em execução 87 projetos de pesquisa e desenvolvimento, sendo 43 elaborados por pesquisadores do IPA e 44 em parceria com outras instituições – UFRPE, UFPE e outras.

A maior parte desses projetos está voltada ao melhoramento genético – vegetal e animal. “Essas iniciativas possibilitaram avançar no aprimoramento para a obtenção de novas cultivares, elevando a rentabilidade dos atuais sistemas de produção, bem como viabilizaram a oferta de matrizes e reprodutores bovinos, caprinos e ovinos de alta qualidade genética”, explica a diretora de Pesquisa e Desenvolvimento, Danusa Correia.

O IPA desenvolve ainda o Projeto Produção Semente, que disponibiliza sementes certificadas/fiscalizadas para atender a demanda do Programa Campo Novo, bem como à sociedade em geral, com material genético oriundo dos trabalhos de melhoramento genético do IPA.

O programa de aquisição e distribuição de Sementes Campo Novo, executado pelo IPA, visa apoiar o desenvolvimento rural de Pernambuco, por meio do fortalecimento da agricultura e da elevação da qualidade e eficiência da produção agrícola e do combate à pobreza rural.

As sementes distribuídas (milho, feijão e sorgo) são selecionadas de forma a melhor atender às necessidades dos agricultores e às condições de solo e clima de cada região de desenvolvimento do Estado. Foram investidos nesse ano safra R$ 7.616.888,95 e distribuído sementes em todas as Regiões de Desenvolvimento de Pernambuco.

O Programa Campo Novo tem um retorno socioeconômico bastante significativo para Pernambuco. A estimativa é de que para cada R$ 1,00 investido haja um retorno socioeconômico de R$ 25,95, isso equivale, em 2022, ao montante de R$ 197.658.268,25.

A área de produção, comercialização e doação de mudas é operacionalizada por meio do Centro de Produção e Comercialização (CPC), instalado na sede, no Recife, e pela sementeira do IPA em Itapirema. “O objetivo é contribuir com a disponibilidade de material vegetal de qualidade e adaptado aos diferentes biomas de Pernambuco”, explica ela.

Entre as diversas ações, estão a produção e comercialização de 20 mil mudas frutíferas, sete mil mudas florestais, cinco mil mudas ornamentais e três mil mudas de plantas medicinais e hortícolas por ano, que serão disponibilizadas na sede do IPA e na Estação Experimental de Itapirema.

Operacionalizado pelas Estações Experimentais de Serra Talhada, Arcoverde, Sertânia, São Bento do Una e Itambé, o setor de produção animal visa apoiar o desenvolvimento do setor animal em Pernambuco, contribuindo com o melhoramento genético dos rebanhos no estado. Entre as diversas ações, estão: produzir e comercializar 248 bovinos; produzir e comercializar 90 caprinos; produzir e comercializar 100 ovinos.

Além disso, O parque de laboratórios do IPA é formado por 18 laboratórios sendo 15 na sede e 03 no interior que tem como objetivo atender ao público interno e externo, produtores, alunos de universidade e empresas.

As ações desenvolvidas pela Diretoria de Infraestrutura Hídrica, em 2022, por meio do Departamento de Captação de Águas – DECA e Departamento de Engenharia – DEPE, incluem perfurações e instalações de poços tubulares e construções, recuperação, manutenção e desassoreamento de aguadas. Por meio do DECA, foram perfurados 260 poços, beneficiando 7163 famílias. A DEPE executou 55 obras (aguadas) em diversos municípios pernambucanos.

Afora essas ações, também foram elaborados pareceres técnicos a fim de viabilizar a aquisição de tratores agrícolas, retroescavadeiras e aquisição de perfuratrizes recursos, oriundos de emendas parlamentares. “O foco é contribuir para o desenvolvimento do meio rural, por meio da geração de renda e da elevação da qualidade de vida do agricultor familiar, minimizando às adversidades e dificuldades enfrentadas pelas famílias no campo”, destaca o diretor de Infraestrutura Hídrica, Rômulo Gomes.

HISTÒRIA – O IPA foi criado em 1935 sob a denominação de Instituto de Pesquisas Agronômicas, órgão da administração direta do Estado de Pernambuco, com sede e laboratórios na cidade do Recife. Em 1960, foi transformado em autarquia, permanecendo com a mesma denominação, expandindo suas atividades para o interior por meio de uma rede de estações experimentais que lhe foi incorporada.

Em 1975, segundo a Lei 6959, foi novamente transformado, recebendo a denominação de Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária, mantendo a sigla IPA, já consagrada no seu universo de atuação.

Em consequência da reforma administrativa do Governo do Estado, cujo marco é Lei Complementar 049 de 31/01/2003, o IPA ampliou sua competência de entidade voltada para pesquisa e desenvolvimento e produção de bens e serviços agropecuários incorporando as atividades de assistência técnica, extensão rural e de infra-estrutura hídrica. O IPA, nos dias de hoje, integra o Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (SNPA), coordenado pela EMBRAPA. (Comunicação IPA)

Cinara Marques

Página do Portal Tribuna Nordeste que visa mostrar notícias diárias da região com foco nos estados de PE, BA e PB, Vale do São Francisco, Petrolina/PE, Juazeiro/BA e o que for importante como informação para o Brasil e o mundo. Acesse tribunanordeste.com.br e fique sempre bem informado. Mande sua sugestão no 81 9 9251-9937 ou [email protected] .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LUMOS
%d blogueiros gostam disto: