Política

Programa Cozinha Comunitária chega a 100 unidades no PE Sem Fome

A centésima cozinha foi entregue nesta quina, 29, em São Joaim so monte pela governadora Raquel Lyra

O combate à insegurança alimentar e nutricional tem sido uma das prioridades do Governo de Pernambuco, que nesta quinta-feira (28) inaugurou a sua 100ª Cozinha Comunitária, desta vez localizada em São Joaquim do Monte, no Agreste Central. Entregue pela governadora Raquel Lyra e a sua vice, Priscila Krause, o equipamento leva o nome da merendeira Irene Maria da Silva. Esta é a sexta cozinha entregue pela gestão estadual somente neste ano, elevando para 45 o total de unidades inauguradas na gestão da governadora.
 
“Em nosso Estado, todos os dias estão sendo servidas 20 mil refeições para a população. Estamos trabalhando um mal que, infelizmente, ainda é presente aqui. Muitas pessoas em Pernambuco ainda não têm o direito de comer três refeições por dia, e quando a gente faz um trabalho como esse, chegando aqui no bairro Areal, uma das comunidades mais carentes do município, conseguimos levar esperança para a população. Dessa forma, as pessoas começam a prosperar e pensar em outras coisas que não sejam simplesmente a refeição”, destacou Raquel Lyra.
 
As Cozinhas Comunitárias fazem parte do Programa Bom Prato, um dos três módulos do Pernambuco Sem Fome. O programa prevê um orçamento de R$ 469,5 milhões este ano para o combate à insegurança alimentar, o maior volume de recursos da história para o segmento.
 
“Ainda nesta quinta-feira vamos inaugurar mais uma Cozinha Comunitária, no município de Sertânia. Chegaremos ao sétimo equipamento entregue apenas este ano. Levar segurança alimentar para a população é um dos nossos compromissos com o povo de Pernambuco”, afirmou o secretário de Assistência Social, Combate à Fome e Política sobre Drogas, Carlos Braga.
 
Cofinanciados pelo Governo do Estado e administrados pelas prefeituras municipais, os equipamentos distribuem gratuitamente refeições diárias à população em situação de vulnerabilidade. Além disso, esses espaços também podem ser utilizados para capacitação e qualificação, promovendo a geração de emprego e renda para a comunidade.
 
O prefeito de São Joaquim do Monte, Duguinha Lins, destacou a importância da iniciativa. “A cozinha comunitária vai chegar na população mais necessitada do nosso município. Estamos muito felizes e gratos à governadora e sua vice por terem nos ajudado a abrir esse espaço”, agradeceu o gestor municipal.
 
Presente na solenidade, o deputado estadual Joãozinho Tenório destacou que o equipamento também é resultado do diálogo entre o seu mandato e o Executivo estadual. “Ficamos muito felizes em ver que a governadora tem atendido os nossos pedidos. Erradicar a fome no Estado tem sido uma das grandes preocupações do seu governo”, enfatizou o parlamentar.
 
NOVAS COZINHAS — Na  última sexta-feira (23), a Comissão Intergestores Bipartite (CIB/PE) pactuou um orçamento de R$ 37,1 milhões para o cofinaciamento estadual das cozinhas comunitárias em 2024. Desse total, R$ 2 milhões se destinam à instalação de novos equipamentos e R$ 35,1 milhões vão custear a rede já existente. O valor representa um aumento de 107% em relação aos R$ 17,9 milhões pagos em 2023, e um acréscimo de 238% em comparação aos R$ 10,9 milhões repassados em 2022.
 
A CIB pactuou, ainda, que 32 municípios vão ganhar a segunda unidade de suas cozinhas comunitárias, elevando o total de equipamentos previstos para 197.
.
Tags

Cinara Marques

Página do Portal Tribuna Nordeste que visa mostrar notícias diárias da região com foco nos estados de PE, BA e PB, Vale do São Francisco, Petrolina/PE, Juazeiro/BA e o que for importante como informação para o Brasil e o mundo. Acesse tribunanordeste.com.br e fique sempre bem informado. Mande sua sugestão no 81 9 9251-9937 ou [email protected] .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LUMOS
%d blogueiros gostam disto: