PolíticaSaúde

Hospital Dom Malan busca atualização médica em conferências

Saúde Tribuna Nordeste

Uma vez por mês, uma equipe de médicos e enfermeiros do Hospital Dom Malan (HDM) em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, participa de uma teleconferência que reúne hospitais públicos e centros de ensino do Brasil, para discutir assuntos relacionados à obstetrícia de alto risco. A teleconferência é coordenada pela Universidade Federal de São Paulo, com três profissionais envolvidos: os médicos Taís Nóbrega, Evelyn Traina e Júlio Elito.

Além da Universidade Federal de São Paulo, também participam do evento todos os meses, a Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal do Amazonas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal do Tocantins, Universidade Federal de Pernambuco e a Universidade Federal do Vale do São Francisco.

O Hospital Dom Malan Ismep, participa como unidade de referência no atendimento materno infantil do Vale do São Francisco em gravidez de alto risco. Dr. Marcelo Marques, médico dos setores de alto risco e de ultrassonografia do HDM Ismpep, há 15 anos, faz parte do grupo que está sempre buscando atualização sobre patologias que acometem as pacientes da HDM. Neste mês de novembro, a discussão foi sobre sífilis na gestação.

“É um tema que já precisa de uma boa revisão e a gente tem visto ao longo dos anos, que a sífilis sempre tem acometido nossas pacientes. Nós que trabalhamos diretamente com gestantes de alto risco, sabem que é sempre bom buscar atualização para que a gente possa fazer mais e melhor pelas nossas pacientes, ” ressaltou Dr. Marcelo.

Neste ano, o Hospital Dom Malan acompanhou gestantes que tiveram sífilis e trataram a doença antes do parto. O ambulatório não registrou nenhum caso em tratamento no HDM Ismep em 2023.

Sobre a Sífilis

A infecção por sífilis pode colocar em risco não apenas a saúde do adulto, como também pode ser transmitida para o bebê durante a gestação, podendo evoluir para aborto, graves sequelas ao recém-nascido até mesmo óbito. O acompanhamento das gestantes e parcerias sexuais durante o pré-natal é fundamental pois viabiliza o diagnóstico e tratamento adequado, evitando assim a transmissão para o recém-nascido.

A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) curável e exclusiva do ser humano, causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). Nos estágios primário e secundário da infecção, a possibilidade de transmissão é maior. A sífilis pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada ou para a criança durante a gestação ou parto. (com assessoria de comunicação)

Tags

Cinara Marques

Página do Portal Tribuna Nordeste que visa mostrar notícias diárias da região com foco nos estados de PE, BA e PB, Vale do São Francisco, Petrolina/PE, Juazeiro/BA e o que for importante como informação para o Brasil e o mundo. Acesse tribunanordeste.com.br e fique sempre bem informado. Mande sua sugestão no 81 9 9251-9937 ou [email protected] .

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
LUMOS
%d blogueiros gostam disto: